Corrimento vaginal – O que fazer, Causas

Quais são as causas e o que fazer para acabar com o corrimento vaginal

corrimento-vaginal

Corrimento vaginal é algo comum que pode acontecer entre muitas mulheres e mentos, saiba que este pode ser algo bem comum que muitas mulheres possam pensar.

O Corrimento vaginal pode ser de diversos tipos, desde o mais inofensivo corrimento, assim como os mais incômodos, aqueles que causam coceiras e irritações. O corrimento é uma espécie de irritação vaginal que pode ter ou não cheiro desagradável e pode ter ou não coceira ou ardor vaginal, podendo em alguns casos ar vontade frequente de urinar. O corrimento tem como principais causas: infecções vaginais, vulvites e vulvovaginites, doenças sexualmente transmissíveis entre outros.

Este incômodo feminino é um tipo de secreção que sai de dentro do órgão genital feminino, mas que nem sempre é sinal negativo na saúde da mulher e pode ter várias colorações de acordo com o ciclo menstrual podendo ter uma consistência aquosa a leitosa dependendo da fase em que a mulher se encontra.

A cor e a coloração e outros sintomas ajudam a identificar uma possível causa do corrimento vaginal. Se o corrimento é branco com coceira, por exemplo, que podem acompanhar a uma queimação na vulva e na vagina é provavelmente causado por fungos e é chamada de candidíase. É comum nos dias que antecedem a menstruação, em mulheres grávidas, mulheres diabéticas e que estejam usando antibióticos. Já o corrimento branco, acinzentado ou amarelo com mau cheiro pode ser causado por uma infecção bacteriana; se este é branco, acinzentado, amarelado espumoso, pode ser causado por um protozoário. Existem outras colorações de corrimentos que podem ter diversas causas e precisam ser identificados até mesmo para explicar para um médico ginecologista como ele é. Por isso, ao ir ao banheiro após urinar, observe a cor que aparece ao se limpar com papel higiênico e/ou se fica algum resíduo no fundo da calcinha.

Veja Mais:  Alergia nos olhos - Sintomas, O que pode ser, O que fazer

É importante consultar um médico ginecologista que melhor avaliará e solicitará exames, como o papanicolau que já aponta a existência de algum agente externo e, muitas vezes, o médico chega a uma conclusão apenas examinando a mulher. Quanto ao tratamento este é conforme o agente causador do corrimento vaginal. Mais informações consulte sempre um médico.

Mais Dicas Femininas 2018

Veja Mais:  Esmaltes Verdes- Melhores Marcas, Preços, Onde Comprar


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *