Infecções Virais – Sintomas, Doenças, Tipos

Doenças, Tipos e Sintomas de Infecções Virais

infeccoes-virais

encefalite é uma inflamação do cérebro, habitualmente provocada por um vírus e conhece-se como encefalite viral. A encefalomielite é uma inflamação tanto do cérebro como da medula espinhal, provocada também por um vírus. A meningite asséptica é uma inflamação das meninges (o revestimento do cérebro e da medula), habitualmente provocada por um vírus.Vários tipos de vírus podem infectar o cérebro e a medula, incluindo-se aí os que provocam o herpes e a papeira. Algumas destas infecções ocorrem em forma de epidemia e algumas são propagadas por insectos. Em certos casos, o vírus propriamente não infecta o cérebro e a medula, mas pode provocar reacções imunológicas que resultam, de maneira indirecta, numa inflamação destas estruturas. Este tipo de encefalite encefalite parainfecciosa ou encefalite pós-infecciosa pode apresentar-se depois do sarampo, da varicela ou da rubéola. A inflamação aparece de forma característica entre 5 e 10 dias depois da infecção viral e pode causar lesões graves no sistema nervoso. Em alguns casos, a inflamação do cérebro desenvolve-se semanas, meses ou anos depois de uma infecção viral. Um exemplo é a panencefalite subaguda esclerosante, uma inflamação cerebral que em certos casos se manifesta depois do sarampo e ocorre habitualmente em crises. Sintomas infecções virais. As infecções virais do cérebro podem produzir três tipos de sintomas diferentes. Algumas infecções são ligeiras, causando febre e um estado de mal-estar generalizado, habitualmente sem sintomas específicos. A meningite viral produz geralmente febre, dor de cabeça, vómitos, cansaço e rigidez do pescoço. A encefalite afecta a função normal do cérebro, provocando alterações da personalidade, convulsões, debilidade numa ou mais partes do corpo, confusão e uma sonolência que pode converter-se num estado comatoso; além disso, provoca também os sintomas de uma meningite. Certos vírus produzem sintomas adicionais. Por exemplo, o vírus do herpes simples causa convulsões repetidas nas fases iniciais da encefalite. O líquido cefalorraquidiano na encefalite por herpes simples contém glóbulos vermelhos além de glóbulos brancos (o que é pouco habitual noutras formas mais ligeiras de infecções virais). Este vírus pode também causar uma inflamação do lobo temporal do cérebro, que pode ser diagnosticada rapidamente pela ressonância magnética (RM). A tomografia axial computadorizada (TAC) só consegue mostrar alterações se existirem lesões graves. Diagnóstico. No princípio pode ser difícil distinguir uma meningite viral ou asséptica de uma meningite bacteriana e a encefalite pode parecer-se com muitas outras doenças que causam uma disfunção cerebral. Ao primeiro sintoma de qualquer destas doenças, os médicos tentam determinar a causa da infecção. Efetuam quase sempre uma punção lombar para analisar o líquido cefalorraquidiano. Nas infecções virais, o número de linfócitos no líquido encontra-se aumentado, mas não há presença de bactérias. A cultura do vírus a partir do líquido cefalorraquidiano é difícil e pode requerer vários dias. Os médicos praticam também outras análises imunológicas para quantificar os anticorpos contra o vírus. Mas inclusive com estas análises, em mais de metade dos casos não se consegue identificar um vírus específico. O médico pode também solicitar uma TAC ou uma RM para confirmar que os sintomas não são provocados por um abcesso cerebral, por um derrame cerebral ou por um problema estrutural, como um hematoma, um aneurisma ou um tumor.

Veja Mais:  Dicas de quais as celebridades para quem o tempo fez bem

Mais Dicas Femininas 2018

Veja Mais:  Dicas de como customizar roupas passo a passo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *