Dicas de como identificar pintas que podem indicar câncer de pele

Dicas de como identificar se as pintas podem ser um câncer de pele

pintas-cancer-de-pele

Conhecidas como pintas, os nevos melancíticos são formações normais no corpo humano. Eles podem ser planos ou elevados, grandes ou pequenos, congênitos quando presentes ao nascimento ou adquiridos, podem ter pelos e sua coloração pode variar da cor da pele ao negro. Quanto mais clara a pele da pessoa e quanto mais tempo ela tomar sol, maior o número de pintas ela deve ter em seu corpo. O número de pintas varia muito, pode ser única, mas maioria dos adultos brancos possui entre 10 a 40 pintas na pele, mas existem casos mais raros de pessoas que têm mais de 100 veja algumas dicas de como identificar pintas que podem indicar câncer de pele.

Em geral, toda pinta apresenta a possibilidade de transformação em câncer da pele. Felizmente, tal transformação ocorre apenas numa minoria dos casos, o que não significa que não devemos estar atentos para esta possibilidade. Na realidade, uma vez que estas lesões estão visíveis e em local de fácil acesso, sua retirada pode evitar problemas maiores para a saúde. O conceito de que pintas de nascença são benignas nem sempre é verdadeiro. Sinais de nascença são tão ou mais perigosos que aqueles que surgem na juventude e podem ser retirados sempre que o resultado estético for vantajoso. É exatamente por estes motivos que algumas pintas ou sinais precisam ser retirados, mas não são todos. Devem ser removidas apenas as lesões que justifiquem a remoção, evitando cirurgias desnecessárias que causem cicatrizes. De uma maneira prática, devem ser retiradas. Todas as pintas que sofram modificações no tamanho, forma ou cor em um curto período de tempo semanas ou meses. Sinais que coçam, ardem ou doem. Pintas escuras nas plantas dos pés, palmas das mãos, couro cabeludo, dentro da boca ou nas mucosas dos genitais. Sinais que sangram. Pintas que tenham várias cores como preto, azul, cinza, esverdeado, vários tons de marrom. Manchas que as bordas estão ficando irregulares. A cirurgia para retirada de sinais de pele depende de uma série de fatores como: estar localizado em uma zona da pele que deixe a pessoa constrangida ou incomodada, como o rosto ou quando o dermatologista faz uma análise de possíveis sinais de malignidade e quer fazer o diagnóstico correto da lesão. Por mínimo que seja o procedimento nunca devemos deixar de considerá-lo como um procedimento cirúrgico. O curativo deve ser retirado pelo dermatologista que realizou a cirurgia, para evitar a formação de cicatrizes mais evidentes. Quanto mais cedo for reconhecida uma lesão, maiores serão as chances de cura através de procedimentos simples essas foram as dicas de como identificar pintas que podem indicar câncer de pele.

Veja Mais:  Crioterapia - O que é, Dicas

Mais Dicas Femininas 2018

Veja Mais:  Transtorno Bipolar - Sintomas, Tratamento, Tem Cura


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *