Alergias Respiratórias – Sintomas, Tipos, Tratamento

Tipos, Sintomas e Tratamento de Alergias Respiratórias

alergia-respiratoria

Para identificar uma alergia respiratória é importante estar atento aos seus sintomas,  espirros, nariz escorrendo, tosse, ruído no peito, dificuldades em respirar. Saber quando se trata de uma alergia é muito importante para tratá-la de forma correta. Embora alguns teste de diagnóstico cutâneos e sanguíneos permitam identificar a causa da alergia, é a valorização dos sintomas que auxilia no diagnóstico e tipo da alergia. Algumas das causas da alergia respiratória é a presença de agentes desencadeadores da reação como a poeira, sujeira, pólen, uso de produtos químicos, como os materiais de limpeza. Identificar o que gera a alergia é fundamental para o sucesso do tratamento. Na maioria dos casos, basta ficar distante dos agentes desencadeadores. Em todo caso, uma consulta com um alergologista pode esclarecer muitas dúvidas. O tratamento das alergias respiratórias avançou muito nos últimos anos. Mesmo assim, a mortalidade por asma – o quadro que reúne os sintomas mais agudos desse mal – continua crescendo no mundo. Só no Brasil, ela mata seis pessoas por dia. Uma pesquisa patrocinada pela Organização Mundial de Alergia mostra que uma das causas desse aumento é a falha na comunicação entre médicos e pacientes. Sem ter consciência da gravidade do problema e de como se tratar,o paciente acaba vivendo em meio a crises, melhoras e recaídas. É comum a prática de correr ao pronto-socorro só na hora da crise. É como se a casa estivesse pegando fogo e você se limitasse a apagar o incêndio, sem consertar o cano de gás que furou.Segundo o médico, a asma deve ser tratada quando o paciente está bem, para que continue assim. Isso quer dizer que o enfoque atual é a prevenção. Ela requer uso diário de antiinflamatórios, cuidados ambientais para manter o alérgico longe de substâncias irritantes e vacinas. Asma, bronquite e rinite são os tipos de alergias respiratórias.  Muitos ainda acreditam que bronquite é diferente da asma. Trata-se da inflamação crônica dos brônquios, que estreita a passagem de ar e dificulta a respiração. Os sintomas são tosse seca, chiado no peito, sufocamento e falta de ar. Já a rinite se caracteriza pela inflamação das vias aéreas superiores, que provoca espirros intermináveis, coceira e obstrução nasal, além de dor de cabeça. Ambas eram tratadas como problemas alérgicos distintos. Hoje, os cientistas dizem que são manifestações diferentes de uma doença respiratória. A conclusão surgiu depois da constatação de que 80% dos asmáticos apresentam rinite e um terço dos que têm diagnóstico de rinite sofre de asma. Verificou-se, ainda, que a piora de um quadro exacerba os sintomas do outro. O tratamento simultâneo possibilita contornar as crises.

Veja Mais:  Ervas Medicinais - O que são, Como Usar, Benefícios

 

Mais Dicas Femininas 2018

Veja Mais:  Supletivo 2018 Rápido - Inscrição


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *