Alergia de Pele – Tipos, Medicamentos, Fotos

Medicamentos, Tipos e Fotos de Alergia de Pele

alergia de pele fotos Alergia de Pele   Tipos, Medicamentos, Fotos

As reações cutâneas adversas a medicamentos toxidermias ou vulgarmente designadas alergias medicamentosas ocorrem em dois a três por cento dos doentes e têm uma expressão clínica muito variável, raramente trazendo a “assinatura” do medicamento. É preciso estar muito alerta e o Dermatologista necessita de ter um alto nível de suspeição para pensar nesta situação, pois a alergia medicamentosa pode simular muitas outras doenças de pele. E torna-se muito importante reconhecer esta situação e, sempre que possível, suspender de imediato o medicamento responsável, pois daí depende muitas vezes o resultado final desta alergia. Veja fotos de alergia de pele e veja também os medicamentos e os tipos de alergias de pele.

A alergia medicamentosa pode surgir ao fim de poucos minutos após a toma do medicamento, dias ou semanas depois ou, nalguns casos, até muito mais tarde, o que dificulta a relação da doença na pele com o medicamento que se está a tomar ou se tomou há dias ou semanas. As reacções imediatas de alergia medicamentosa são a urticária e angioedema, mas são mais frequentes as reacções de início mais tardio como o exantema, com envolvimento só da pele ou por vezes também do fígado e outros órgãos internos, às vezes associado a feridas na boca e olhos, o eritema fixo e a fotossensibilidade.  Os medicamentos com maior risco de causar toxidermias são os antibióticos (penicilinas e sulfamidas), os anti-inflamatórios, os medicamentos para as convulsões também usados no tratamento da depressão grave, e o alopurinol usado para baixar o ácido úrico. Mas qualquer medicamento pode ser causa de alergia medicamentosa, mesmo uma simples aspirina. As formas mais frequentes são
os Exantemas medicamentosos ou maculopapulares surgem pelos 7-14 dias de tratamento, ou no dia seguinte se indivíduo já antes era alérgico e voltou a tomar o mesmo fármaco. Evoluem como um exantema viral, por vezes com febre e prurido (comichão) e são constituídos por manchas vermelhas nalgumas áreas com relevo distribuídas simétricamente no tronco e membros e progredindo da cabeça para as extremidades. A evolução é geralmente favorável em 1-2 semanas, mas nalguns casos a pele pode não ser o único órgão atingido. 
O diagnóstico de alergia medicamentosa é muitas vezes um diagnóstico de probabilidade e a identificação do fármaco causal necessita de grande cuidado e baseia-se essencialmente em critérios clínicos. Só para um número reduzido de toxidermias e de medicamentos, existem testes específicos que podem confirmar o diagnóstico. É importante não estabelecer erradamente o diagnóstico de alergia medicamentosa pois limita futuras intervenções terapêuticas e cria uma ansiedade muitas vezes desnecessária. Porém um diagnóstico correto de alergia medicamentos com o tipo de alergia e o fármaco que o indivíduo deve evitar ou proibir pode evitar alergias futuras, muitas vezes bastante mais graves.

Fotos de Alergias de Pele:

Mais Dicas Femininas

Postado em: Dicas


Deixe um Comentário

Dicas Femininas - As melhores dicas para mulheres antenadas
- G+